Por: Douglas Junior Correa Guanes
Existem mulheres que preferem ser mulher do bandido, do que noiva de Cristo

Sabe aquela mulher que comia o pão que o diabo amassou, e era maltratada?

Deus resgatou ela, tirou das mãos do filho do cão, e hoje ela lamenta por que está sozinha, e começa a enxergar qualidades nele?

Prefere ser a mulher do bandidão, do que noiva de Cristo!

Mulheres que vão dar parte por violência, e logo depois voltam na delegacia para tirar a parte do agressor, e isso não é por medo, segundo a grande maioria é por amor. Que amor é esse que bate, maltrata, mente e trai?

O amor-próprio fica na onde?

É uma carência emocional, onde é melhor ter um bandido por perto, do que não ter ninguém! Sabemos que Jesus é Senhor de família, só que esse contexto tem critérios.

Fidelidade, carinho, respeito, honra.

Sem esses critérios não existe restauração divina! Deus não interfere no caráter do homem.

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS